A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

quarta-feira, agosto 15, 2012

O renascer da Colheita


Fénix renascendo das cinzas
(imagem colhida na Net)


Caro Hélder:

Passei por aqui hoje (não vinha à Colheita há umas semanas) e verifiquei que a Colheita tinha “acordado”. Em boa hora renasceu.

Mas, meu amigo, terás de ser o “grande postador” da Colheita.

Pela minha parte, como referi no meu último post, não quero falar das minhas angústias - nem ninguém estaria interessado em partilhá-las -, e muito menos desejo abordar o que se passa neste país.

O ilustre dr. Relvas, o Coelho à algarvia, os submarinos, etc., etc., enojam-me e deprimem-me.

Se comentasse esta “choldra” poderia magoar alguns “corações sensíveis”.

Como esse não é o meu desejo fico-me no meu canto, bem sossegado, lendo o que me apetece, vendo os meus filmes, passeando todas as manhãs.

Abraços e beijos a colheiteiras/os, amigas/os e visitantes.

A propósito, está na altura do nosso almoço!


7 comentários:

Anónimo disse...

Amigo DO,quem neste país não andará deprimido e enojado com a porcaria dos políticos que temos tido? "Corações sensíveis" todos nós temos,por isso deixa-te de tretas e vai mandando uns posts que tu tão bem sabes fazer,sejam de política,música,poesia,etc,etc...
gb

Hélder Barreira disse...

Deixa-te de merdas .Posta quando quiseres e sobre o que quiseres.Forte abraço

Anónimo disse...

Os " corações sensíveis " devem ir fazer uma cura , olha , por exemplo para o Piódão, de preferência sem TV , sem rádio, sem internet como antigamente e não há "dêprê" que os ataque vivem felizes e não chateiam.M.A.A.

Anónimo disse...

Que bom ver que A Colheita está a renascer. Concordo com os comentários anteriores. Deixem-se de tretas e, juntos, melhor venceremos os pesadelos. Um abraço a todos. UM

DuarteO disse...

Meus amigos, aqui vai a resposta:

Os bois! Fortes e mansos, os boizinhos,
- leões com corações de passarinhos!

Os bois! Os grandes bois, esses gigantes,
tão amigos, tão úteis, tão possantes!

Vede os bois a puxar, pelas estradas,
aquelas pesadíssimas carradas.

O corpo deles, com o esforço, freme,
e o carro geme, longamente geme...

E à noite, pela estrada tão sòzinha,
o carro geme, geme, e lá caminha...

E parece, pela noite envolta em treva,
que é o carro a chorar por quem o leva.

Vede o boi a puxar à velha nora,
que parece também que chora, chora...

A nora chora, e o boi, cansadamente,
anda à roda, anda à roda, longamente...

E parece pela tarde erma que expira,
que é a água a chorar por quem a tira.

Mas vede os bois, também, nessa alegria
de trabalhar na terra à luz do dia!

Vede os bois a puxar ao arado, agora
que o lavrador conduz pelo campo fora!

Eis um canto de amor no ar se espalha:
- é a terra a cantar por quem trabalha!

O arado rasga a terra, e os bois, passando,
com os seus olhos a vão abençoando.
Sem as suas fadigas e canseiras,
não teriam florido as sementeiras!

Sem a sua força, sem a sua dor,
não estava rindo a terra toda em flor!...

E, por onde os bois lavraram,
as fontes frescas brotaram,
as árvores verdejaram,
os passarinhos cantaram,
as flores floriram,
os campos reverdeceram,
os pães cresceram
e os homens sorriram!...


Afonso Lopes Vieira
1878-1946

Anónimo disse...

É muito grande quem sabe, tão bem, escolher poemas, lições de vida para os novos tempos.Saibamos todos tomá-las, compreender a "mensagem", adaptá-la e sorrir... Boas Férias, Amigos UM

Anónimo disse...

Bela resposta!

Como diz a UM,sorrindo e andando..

gb