A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

segunda-feira, janeiro 31, 2011

Para a Dulce: uma noite de pecado...

(versão original)

One night of sin,
Is what I'm now paying for
The things I did and I saw
Would make the earth stand still

Don't call my name
It makes me feel so ashamed
I lost my sweet helping hand
I got myself to blame

Always lived, very quiet life
Ain't never did no wrong
But now I know that very quiet life
Has cost me nothing but harm

One night of sin,
Is what I'm now paying for
The things I did and I saw
Would make the earth stand still

...

domingo, janeiro 30, 2011

Adoro esta música! (blues)


video
(One night of sin)

Esta é uma das muitas canções (blues) recriadas pelo detective-cantor em Memphis Beat.

Itália!


(cartoon colhido aqui)

Reflexões dominicais: a democracia!



A democracia é a ditadura da maioria, pelo que deve haver bom senso e tolerância.
A democracia é a vontade da maioria, infelizmente nem sempre os melhores são os eleitos.
A democracia é o pior dos sistemas, excluindo todos os outros. (Churchil)

Maravilhoso ...

Vale a pena ver, mesmo sem conhecer a língua, pois há linguagens, como a do coração, que são universais.  

sábado, janeiro 29, 2011

Dos jornais e das TVs!


Desde a primária, em casa (Primeiro de Janeiro), na Faculdade (Diário de Lisboa), e toda a minha vida (Público), sempre fui um leitor ávido de jornais.
Nos últimos anos, com o abandalhamento generalizado, deixei de os ler.
Vejo os títulos on-line e leio alguma notícia que me interessa.
Só.



Nas TVs o panorama não é melhor.
Há dias vi-ouvi uma notícia, criticando os ordenados exorbitantes dos gestores públicos, com comparações com os ordenados de Obama, Merkel, Sarkozy, do PR, etc.!
Interessante, mas não ouvi falar nos ordenados fabulosos, muito superiores ao do PR, dos mesmos jornalistas-pivots que as apresentavam.
Significativo.
Isto é só um exemplo, que mostra o abandalhamento igual ao dos jornais.
Por isso, muito raramente, ouço-vejo os telejornais!

Este ano já preenchi a minha cota de postes sobre jornais e TVs!

Memphis Beat music!

Na série Memphis Beat tenho ouvido música deliciosa, no final do episódio, quando o detective, cantor amador, no seu bar favorito, se delicia a cantar estas canções.

Blues, blues, blues...

sexta-feira, janeiro 28, 2011

A chulice e as tetas!

Os que, organizadamente, mais gritam "menos estado, melhor estado", são os que também gritam, organizadamente, "mais teta, melhor teta".
Esta gente só sabe viver à custa da teta do Estado.
E ainda atacam os funcionários públicos.
Percebe-se: é para sobrar mais para eles.

Ouvi um pai, na TV, afirmar que não queria o filho misturado com "os da escola pública".
Acho bem, tem todo o direito, mas PAGUE, não exija que, nós, contribuintes, paguemos.

É inacreditável ver alunos pequenos metidos em caixões, verificar que os alunos que não fossem à manifestação teriam falta e ler a indicação para os professores arranjarem um atestado médico falso, a fim de justificar a falta.
Há sempre um um médico, sem escrúpulos, que os passa, PAGANDO, claro!

Nota - frequentei escolas públicas dos 6 aos 24 anos e, depois, serviços públicos até me reformar.
AINDA BEM!

quinta-feira, janeiro 27, 2011

Vinhais em real time

Vinhais neste momento , coberta de neve e continua a nevar forte e feio.  Quem me dera lá estar

quarta-feira, janeiro 26, 2011

A Austeridade bem explicada ...penso eu

Sem comentários!

..." Há Oliveira e Costa e mais 15 arguidos. Nomes? Népias. Imagens da chegada dos protagonistas? Népias. Referências a cargos políticos e simpatias partidárias? Népias. Já ontem, na audição de José Penedos, referente ao caso Face Oculta, estava o circo todo montado."...

in Fim de Semana Alucinante

Nota - o bold é da minha autoria.

Casa Pia

A ser verdade, temos um caso como em França, - Dezembro de 2000 (Affaire d'Outreau) -, em que os acusados e condenados a prisão (um suicidou-se na prisão) foram considerados inocentes, pois o acusador, cinco anos depois, disse que tinha mentido.
A ser verdade, até arrepia!

terça-feira, janeiro 25, 2011

Que tal uma visita ao Museu José Malhoa ?


Gostei muito quadro " Ai credo "  . E vós ?

FacebooK

O número de divórcios provocados pelo Facebook e outras redes sociais está aumentar. Um estudo realizado por advogados britânicos mostra que o Facebook é apontado em quase todas as causas de separação nos últimos meses.
 "Eu já tinha ouvido os meus funcionários a comentar que os clientes têm descoberto cada vez mais informações sobre os seus parceiros no Facebook e acabei por perceber que 20% dos pedidos de divórcio têm uma referência ao Facebook", explicou Mark Keenan, director-geral do Divorcio-Online. Segundo refere o responsável, a razão mais comum parecem ser as conversas sexuais tidas com pessoas com as quais não as deviam ter.
Existem já empresas informáticas que desenvolveram um software que permite espiar os seus parceiros através das redes sociais.

(Vou ver o filme este fim de semana)

O livro de Mezrich, considerado uma biografia não-autorizada de Zuckerberg, tornou-se um bestseller nos Estados Unidos, chegando à quarta posição na lista das obras de não-ficção mais vendidas do New York Times, e à primeira colocação na classificação do Boston Globe. O escritor é também o autor de "Quebrando a Banca", que foi adaptado ao cinema em 2008, com a participação do ator Kevin Spacey.
Há alguns dias foi divulgado o pôster oficial do filme "The Social Network". O material traz a foto do ator Jesse Eisenberg ("A Vila" e "Zombieland"), que interpreta Zuckerberg, e a frase "You don't get to 500 million friends without making a few enemies" ("Você não consegue 500 milhões de amigos sem fazer alguns inimigos"). No elenco estão ainda Andrew Garfield ("O Mundo Imaginário do Doutor Parnassus"), que interpreta Saverin, e o cantor e dançarino Justin Timberlake
----
V/opinião ? Andais no facebook ? Eu ando .CLICA AQUI

segunda-feira, janeiro 24, 2011

Seguros de saúde. Compensa ou não estar protegido?

A Associação de Defesa do Consumidor (Deco) analisou a oferta do mercado, tendo chegado à conclusão de que "a maioria dos planos privados de saúde exigem prémios elevados dando pouco em troca". Os períodos de carência são uma das principais falhas apontadas pela entidade. "O consumidor paga a primeira anuidade, mas tem de esperar três meses para activar as coberturas (excepto em caso de acidente). Por vezes espera até mais: 12 meses para parto ou dois anos para extrair amígdalas."

Também a idade é um obstáculo. "Se contava contratar um seguro de saúde para assegurar as despesas durante a velhice, desengane-se. A maioria das companhias recusa clientes com 60 anos ou mais. Pior: se já tiver seguro, a partir dos 65 ou 70 anos, que é quando poderá precisar mais das coberturas, o mais certo é fecharem-lhe a porta", diz a Deco. 

Qual escolher? Há vários critérios a ter em conta, mas a verdade é que é preciso ter cuidado se o preço for um factor primordial. Por norma, os seguros mais baratos são os que deixam coberturas importantes excluídas. O ideal é analisar as suas necessidades e optar por uma apólice sem limitações nesses campos. 

Queres saber mais ? CLICA AQUI

domingo, janeiro 23, 2011

Resultados

Inscritos - 9.629.630

Votantes - 4.489.904 (46,63%)
  • Cavaco - 2.230.104
  • Alegre - 831.959
  • Nobre - 593.868
  • Lopes - 300.840
  • Coelho - 189.340
  • Moura - 66.091
Abstenção, brancos e nulos - 5.417.428 (59,56%)

É bem visível o desencanto dos portugueses!

Faltam apurar 11 consulados.

Fonte: Diário de Notícias, às 23.43

O vencedor

A "sociedade civil" deu uma sapatada na política partidária!

(Pelos vistos há muitos portugueses que acham que não é um erro de casting. Continuo a pensar que é!)

A surpresa!

O Coelho saiu da toca!

O eleito

Cavaco continua!

Vamos bailar ...

Quem já bailou ? Eu vou agora bailar . vamos ver se arranjo par .....

Ontem...

...tanto reflecti, tanto reflecti, que me veio à memória, vindas do recanto mais profundo da minha memória, duas notícias que foram publicadas durante a campanha e não fizeram história.
A saber.

  • O inicio do julgamento de Dias Loureiro foi adiado para depois da campanha, para não a perturbar!
  • Greve da Judiciária suspende investigação no caso BPN!

Deu tanto jeito, não deu?

sábado, janeiro 22, 2011

Em dia de reflexão...


Divaga entre a folhagem perfumada
E adormece nas brisas embalada.

Aos lagos mostra a sua face nua,
E vai dançar nos palcos vazios da Lua.

Pálida, de reflexo em reflexo desliza,
Não se curvam sequer as ervas que ela pisa.

É ela quem balança os lânguidos pinheiros,
Quem enrola em luar as suas mãos
E depois as espalha brancas nos canteiros.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Obra Poética,
Ed. Caminho

sexta-feira, janeiro 21, 2011

Iguais ... mas diferentes

Aqui ficam os hábitos que mais irritam as mulheres: 

1. Deixar pelos no lavatório
2. Deixar a sanita suja
3. Fazer zapping entre canais de TV
4. Não trocar o rolo de papel higiénico
5. Não baixar a tampa da sanita
6. Deixar as luzes acesas
7. Deixar chávenas sujas espalhadas pela casa
8. Toalhas molhadas no chão / na cama
9. Acumular pertences
10. Não puxar o autoclismo 

E os hábitos que mais irritam os homens: 

1. Demorar a arranjar-se
2. Reclamar que ele não faz nada
3. Deixar as luzes acesas
4. Entupir o ralo da banheira com cabelo
5. Acumular pertences
6. Encher o caixote de lixo além da capacidade
7. Deixar lenços de papel pela casa
8. Chávenas sujas pela casa
9. Zapping entre canais de TV
10. Assistir a telenovelas
--------
Bem , vamos lá a fazer o nosso exame de consciência ." Emendar e não voltar a pecar"

A propósito do exercício físico

[][][]Está provado que por cada minuto de exercício, aumenta o nosso tempo de vida em um minuto. Isso permite-nos que, aos 85 anos, possamos ficar mais 5 meses num lar de terceira idade pagando, 300 contos por mês.
Será ? Responda quem souber ....

A angústia do eleitor perante a urna!

Domingo vamos a votos.
Aqui fica a minha opinião, com uma pequena síntese comentadora dos candidatos, que ordeno por ordem alfabética.
  • Cavaco Silva - não lhe comprava um carro em segunda mão
  • Defensor de Moura - presidente da câmara
  • Francisco Lopes - homem-cassete
  • Fernando Nobre - erro de casting
  • José Manuel Coelho - zé povinho
  • Manuel Alegre - estado social
Reflecte e, em consciência, vai votar.
Se não votares estás no teu direito.
Toma atenção que nas eleições presidenciais os votos brancos ou nulos não são contados, pelo que se não queres que X seja eleito, tens mesmo de votar em Y, nem que seja um mal menor!
Pois é, votar no mal menor!

quinta-feira, janeiro 20, 2011

Anoitecer



Há poucos minutos era assim, por cá.
Céu azul, frio seco, o sol a esconder-se, incendiando o horizonte.
Os dias estão a ficar maiores.

Demagogia

A ascensão da demagogia, por Pacheco Pereira.

Faz reflectir!
Vale a pena ler.
Não tem nada a ver com as eleições!
(Alguma vez havia de concordar com ele).

Excertos:

...Os tempos estão férteis para os demagogos sob várias versões e debaixo de várias capas ideológicas, à esquerda e à direita. Este é um dos aspectos mais perigosos dos anos nefastos que vamos atravessar, porque será pela sua voz e pela sua acção que se incendiará o discurso político, que se destruirá a já débil capacidade da racionalidade do debate público. Os temas da demagogia são clássicos (dinheiro, corrupção, desigualdade, riqueza, etc.) e, em tempos sem futuro, os demagogos incentivam a raiva com proveito próprio. Aqui vão alguns exemplos.
...

O Correio da Manhã tem patrocinado uma petição sobre o enriquecimento ilícito, que tem sido assinada por membros do sistema judicial, polícias, magistrados do ministério público, juízes, ou articulistas que têm aparecido publicamente em campanhas contra a corrupção.

Como acontece habitualmente com a demagogia, esta iniciativa aponta um problema real: a corrupção que se manifesta pelo súbito e inexplicável enriquecimento de alguns políticos e que provoca um enorme repúdio social. É igualmente verdade que o sistema de justiça tem sido incapaz de a combater e levar os políticos corruptos à prisão, como é desejo de todas as pessoas decentes. Mas já não é líquido que esta ineficácia se deva necessariamente à inexistência de legislação aplicável, mas sim a outros factores, incompetência da investigação, incúria dos magistrados, ou pura e simplesmente promiscuidade entre os meios corruptos da política e os meios judiciais. A permanente condução política dos processos que envolvem políticos, gera a maior das suspeitas sobre a independência dos dois sectores e sobre se há ou não um jogo de cumplicidades mútuas.

...

Em Portugal, como em Itália, um grupo de agentes da justiça, magistrados e juízes, usam o justicialismo para ganharem poder político à margem dos mecanismos democráticos. Ao mesmo tempo que o sistema judicial se revela particularmente ineficaz para perseguir corruptos, aspira a ganhar poder político em nome dessa luta contra a corrupção. Por tudo isto não espanta que o VIII Congresso dos Juízes Portugueses fosse apresentado por um texto anunciando, sob a forma de perguntas retóricas, um século XXI como o “século do poder judicial”: “Se o século XIX foi o século do poder legislativo e o século XX o do poder executivo, poderá o século XXI vir a ser o século do poder judicial?

O texto é curiosamente impregnado por uma retórica esquerdista em que, após “o eclipse de todas as narrativas históricas grandiosas”, ou seja do comunismo, surgiram “democracias descontentes” (?). Esse descontentamento abre caminho para “uma transferência de legitimidade dos poderes legislativo e executivo para o judicial” como uma “exigência de qualidade da própria democracia e da coesão social”. Todo o texto é demasiado revelador, talvez até mais revelador do que os seus signatários pretendiam, daquilo a que se chama um “novo protagonismo político” dos juízes que “corre o risco de se vir a assumir como verdadeiro poder”.

Está tudo dito e o que está dito nada tem a ver com a democracia nem contente, nem descontente.

Nunca devemos desistir...


Apesar das ruínas e da morte,
Onde sempre acabou cada ilusão,
A força dos meus sonhos é tão forte,
Que de tudo renasce a exaltação
E nunca as minhas mãos ficam vazias.

Sophia de Mello Breyner Andresen

Obra Poética,
Ed. Caminho

Impressões digitais .....

 As impressões digitais ,  as pegadas, a fala e a escrita deixam sempre rastos e numa conjugação de esforços mentais á mistura com alguns iscos que ás vezes se deitam , torna-se possível identificar os autores daqueles , que escondendo-se debaixo da capa do anonimato ou de uma falsa identidade praticam a maior diversidade de ilícitos e que julgam nunca ser apanhados ou identificados.
A ciência tem vindo a progredir muito nestes aspectos e ultimamente com a introdução do ADN e do ID  , em combinação com os indícios recolhidos , é quase fácil identificar os seus autores , principalmente quando os praticam á vontade , com todo o despudor e sem qualquer receio .
Cá se fazem , cá se pagam ....

quarta-feira, janeiro 19, 2011

Semana do Baile ....digo de Eleições

 
Que grande bailarico nos dão ...

Metade


Metade

Que a força do medo que eu tenho,
não me impeça de ver o que anseio.

Que a morte de tudo o que acredito
não me tape os ouvidos e a boca.

Porque metade de mim é o que eu grito,
mas a outra metade é silêncio...

Que a música que eu ouço ao longe,
seja linda, ainda que triste...

Que a mulher que eu amo
seja para sempre amada
mesmo que distante.

Porque metade de mim é partida,
mas a outra metade é saudade.

Que as palavras que eu falo
não sejam ouvidas como prece
e nem repetidas com fervor,
apenas respeitadas,
como a única coisa que resta
a um homem inundado de sentimentos.

Porque metade de mim é o que ouço,
mas a outra metade é o que calo.

Que essa minha vontade de ir embora
se transforme na calma e na paz
que eu mereço.

E que essa tensão
que me corrói por dentro
seja um dia recompensada.

Porque metade de mim é o que eu penso,
mas a outra metade é um vulcão.

Que o medo da solidão se afaste
e que o convívio comigo mesmo
se torne ao menos suportável.

Que o espelho reflita em meu rosto,
um doce sorriso,
que me lembro ter dado na infância.

Porque metade de mim
é a lembrança do que fui,
a outra metade eu não sei.

Que não seja preciso
mais do que uma simples alegria
para me fazer aquietar o espírito.

E que o teu silêncio
me fale cada vez mais.

Porque metade de mim
é abrigo, mas a outra metade é cansaço.

Que a arte nos aponte uma resposta,
mesmo que ela não saiba.

E que ninguém a tente complicar
porque é preciso simplicidade
para fazê-la florescer.

Porque metade de mim é plateia
e a outra metade é canção.

E que a minha loucura seja perdoada.

Porque metade de mim é amor,
e a outra metade...
também

Ferreira Gullar

terça-feira, janeiro 18, 2011

Lá teremos de ir ....

Pois é , lá teremos de ir e sendo assim dia 12 lá estarei a deliciar-me com as célebres "cascas" , salpicões ,alheiras, chouriças e o que mais vier . Quem quer ir comigo ?

segunda-feira, janeiro 17, 2011

Qual primeiro beijo, qual caraças, hoje estou de ressaca!

Ontem, em casa de um amigo de infância e de sempre, que vive aqui por perto, foi assim:
  • lareira
  • chouriça assada na brasa
  • queijo de ovelha
  • pão caseiro
  • vinho de Vale de Salgueiro (Mirandela)
Deu uma valente ressaca, mas teve uma grande vantagem.
Não tive de aturar os candidatos!

O primeiro beijo ...


Primeiro beijo nunca se esquece
A maioria das pessoas recorda-se de 90% dos pormenores, mais do que quando perderam a virgindade.
O primeiro beijo não se esquece. Nunca. É de tal forma memorável, que a maioria das pessoas recorda-se de quase todos os pormenores daquele momento. E a memória do primeiro beijo, seja em que idade tenha acontecido, é muito mais clara do que quando se perdeu a virgindade. Pelo menos, é esta a conclusão de um estudo liderado por Sheril Kirshenbaum, investigadora da Universidade do Texas.
Segundo o estudo, a maioria das pessoas recorda-se de 90% do momento em que beijou pela primeira vez. "O primeiro beijo pode ser muito poderoso, porque implica todos os nossos sentidos: cheiro, sabor, incluindo o toque. Um enorme afluente de informação é enviado para os nossos corpos enquanto estamos a aceder à nossa compatibilidade com a outra pessoa", explicou ao DN Sheril Kirshenbaum.
Queres ler o resto deste artigo escrito no I de hoje ?  CLICA AQUI
-------
Estais de acordo com o artigo ? 
Hé...hé...hé...., hoje vou fazer-vos recordar o vosso primeiro beijo .Gostastes de recordar ? Foi bom ? Partilhai o momento connosco. 
Eu cá lembro-me bem , e gostei .


Para quem tem medo das novas tecnologias ....e para quem não rem .

Gostei de ver este vídeo , desmitifica alguns receios e mostra como é fácil navegar na net , se quisermos ... 
 

domingo, janeiro 16, 2011

A propósito de quase tudo!

“Encontraram-se um dia o Princípio Moral e o Interesse Material, no leito de uma ponte tão estreita que só podia dar passagem a uma pessoa de cada vez.

- De rastos, vil criatura! – gritou, tonitruante, o Princípio Moral. – De rastos, para que eu te possa passar por cima.

O Interesse Material limitou-se a fitá-lo bem nos olhos, sem proferir palavra.

- Bem – admitiu o Princípio Moral, num tom hesitante – tiremos à sorte, para sabermos qual de nós dois deve recuar até que o outro haja passado a ponte.

O Interesse Material continuou sem abrir a boca e a fitar o seu interlocutor.

- Para se evitar um conflito – parlamentou o Princípio Moral, não sem um certo mal-estar – vou estender-me no chão e consentir que o senhor passe por cima de mim.

Foi, então, que o Interesse Material tomou a palavra, para afirmar:

- Pois eu penso que você não é bom piso para mim. Sou muito exigente quanto ao que calco aos pés. Acho melhor que você se atire ao rio.

E assim se fez…”

Ambrose Bierce

Telma Monteiro

Só agora?