A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

quinta-feira, abril 30, 2009

Aí vem ela...


...os culpados?


Subir na Horizontal...


Na Albânia as leis da Física estão as ser contrariadas e provávelmente a lei da gravida...de terá que ser revista. E porquê ?
Porque naquele país da Europa, uma mulher , para conseguir um lugar na Função Pública, passa pela troca de favores sexuais, aos senhores ébrios do seu poder , depois de terem alcançado altos lugares do Estado. A selecção de pessoal para cargos públicos continua a ser terreno de exercício de mando por parte de quem escolhe.
É uma forma de corrupção como outra qualquer. Talvez até mais degradante. Como é que se sentirá um pai, que tem uma filha com as habilitações necessárias e suficicientes para preencher
um qualquer lugar do Estado e sabe a que terá a filha que se sujeitar para o poder vir a obter!
E como reagirá um marido?
Desta vez foi o Ministro da Cultura que foi apanhado pela câmara oculta de uma jornalista , que se ofereceu para uma vaga de emprego para o seu Ministério e que na entrevista, por ele efectuada, pede-lhe que se dispa, etc etc...Escusado será dizer que o o sr. Ministro desta vez não conseguiu os seus intentos, mas o video desta cena foi difundido no You Tube e o dito cujo foi demitido das funções quatro minutos após a retransmissão na televisão da cena.

Principe encantado? ...Sapo? Não serve um Jornalista ou um Magistrado do MP?

Incrições clube das virgens.

Ola a todos em primeiro lugar quero agradecer os comentários enviados para o meu blog, tanto os positivos como os negativos, pois na vida existe a parte boa e a parte má de tudo, desta forma à que aceitar as opiniões a favor e contra.

Estou muito feliz com as propostas de meninas virgens sem preconceitos e vergonhas que querem pertencer a este clube, como vi em algum dos comentarios, não pretendo nem pretendemos defender a virgindade, mas sim mostrar que ser virgem é tão natural como não ser, organizar encontros,jantares, troca de ideias, de experiencias, no fundo conviver entre todas, e em resposta a um dos comentadores, quando alguma deixar de ser virgem o clube tem toda a honra em organizar a festa de despedida da então ex virgem e eu propria quando deixar de o ser, irei passar a organização do clube e o titulo de presidente do clube das virgens a outra.

As meninas virgens mandam me então para o mail directo: clubedasvirgens@gmail.com

O vossos dados:

Nome/idade/localidade/tlm (para eventuais contactos para festas,jantares etc)

Irei fazer um cartão com o nome de cada uma a idade e a localidade a enviar na altura certa.

Iremos mostrar que ser mulher é muito mais que uma questão de virgindade, e que sendo um príncipe encantado ou um sapo disfarçado o nosso amor chegará um dia...

Beijo a todas :)

Margarida Menezes.

Campanha ou Poluição?!

A Campanha Eleitoral já começou!

O meu passeio matinal, de hoje!

Caminho com bordaduras amarelas (carapetos) e nuvens a ameaçar...
...eira sem utilização...


...prado florido, com a aldeia em fundo!

quarta-feira, abril 29, 2009

Se Deus fosse mulher

Yes or NO ...2

A D. Beatriz, organista numa igreja, tem 80 anos e é solteira. Era admirada por todos pela sua simpatia e doçura. Uma tarde, convidou o novo padre da igreja para ir lanchar a sua casa e ele ficou sentado no sofá, enquanto ela foi preparar um chá. Olhando para cima do órgão, o jovem padre reparou numa jarra de vidro com água e, lá dentro, boiava um preservativo. Quando a D. Beatriz voltou com o chá e as torradas, o padre não resistiu tirar a sua curiosidade perguntando o porquê de tal decoração em cima do órgão.
E responde ela apontando para a jarra: "Ah! refere-se a isto? Maravilhoso, não é? Há uns meses atrás, ia eu a passear pelo parque, quando encontrei este pacotinho no chão. As indicações diziam para colocar no órgão, manter húmido e que, assim, ficava prevenida contra todas as doenças.
E sabe uma coisa? Este Inverno ainda não me constipei".
-------------
A Fé é que nos salva... não é verdade?

A invenção da Televisão e dos Jornais ..

Segundo vinha escrito no ‘Expresso’ este fim-de-semana, o sr. Charles Smith declarou à polícia inglesa ter mentido, não sendo verdade a alegação de que tinha pago dinheiro ao primeiro-ministro, José Sócrates. Ou seja, a principal argumentação do famoso "caso Freeport – Parte II" caiu assim pela base com estrondo. Afinal, tudo não passou, segundo o próprio Charles Smith, de uma invenção. Não houve qualquer corrupção, apenas uma calúnia, repetida várias vezes no célebre DVD.
Contudo, e perante as actuais declarações do sr. Smith, é também evidente uma coisa: o caso Freeport chegou ao fim, e sem glória. Não vale pois a pena insistir mais, é vaca de onde já não sai mais leite. Pela minha parte, tiro deste caso um ensinamento. Quando na oposição não existe um antagonista credível ao primeiro-ministro, acaba por ser a imprensa a preencher esse vazio. Tal como o Batman precisa do seu inimigo Joker, e o Joker precisa do Batman; Sócrates precisa de inimigos, e os inimigos precisam dele. Ora, não havendo inimigos à altura na oposição, é preciso inventá-los na televisão ou nos jornais.

Domingos Amaral, in CM de hoje

--------------------------

E que vai pagar as favas , desta desbunda toda ???

Campanha eleitoral!

Começou a longa campanha eleitoral que vai durar quase até ao fim do ano.
Por decisão pessoal, porque a campanha eleitoral é uma mistura de demagogia, hipocrisia e difamação que me provoca azia, não vou fazer postes com conteúdo politico explícito!
Confesso mesmo que campanhas e politica em geral já me "enchem o papo"!
Estarei a ficar velho ? É isso, estou velho e farto!

A não ser que Cristo desça à Terra, como disse e fez o Professor Martelo!

Como despedida não resisti a transcrever de O Jumento:

BLOCO CENTRAL?

Uma coligação com Ferreira Leite não é um bloco central, é um daqueles blocos que se amarram às pernas de um condenado para se ter a certeza de que vai ao fundo.

E com esta me despeço!
A partir de hoje só fotos dos meus passeios e reflexões íntimas.
Ah! e o nosso VI Encontro! O Encontro da Colheita de 63, a melhor colheita do século XX!
Falarei dele de vez em quando...!


Em vez de FESTA!

Segui os conselhos da C. e não fui às farturas! O óleo aumenta o Castrol!
Fiz uma "festa ecológica" passeando pela natureza!


Vi uma pequena aldeia abandonada e em ruínas, perto da aldeia onde vivo...


...os móveis e "louceiros" embutidos nas paredes de xisto...


...depois desci ao Rio Ocreza, afluente do Tejo, para ver os moinhos típicos.
Com formas arredondadas, para quando a água subisse muito,
passar sobre eles sem os danificar...


...vi uma pastora com as suas cabras a atravessar o rio...


...e deliciei-me com a natureza!

Cheguei a casa cansado, mas "regalado" e com o colesterol mais elevado, pois o almoço em casa de uns primos da minha mulher, que serviram de guias, foi massada de peixe!
O queijo de ovelha, feito à cabreira, estava uma delícia.
O vinho era de Pinhel e escorregava de uma maneira...!

As farturas não fizeram falta!

Clica nas imagens para as aumentar!

Bom gosto!

Meu Deus que pecado cometi? murmura o vizinho...

terça-feira, abril 28, 2009

Postes!

Porquê tantos postes hoje?

Hoje é feriado e dia de festa por cá!
São carroceis, carrinhos de choque, "roulotes" de farturas, barracas de petiscos...
Uma festa à portuguesa!

Vou tentar papar umas farturas! Gosto tanto!

Lógica de direita!

O menino Rangel assim ainda leva tautau

À hora dos noticiários a TV trouxe-nos o Rangel. Que não o amordaçam e esgrimia figas e tarrenegos a Augusto Santos Silva, ao Vital Moreira e a Mário Lino. Acusava-os a todos de terem pecadilhos nos curricula contra a liberdade de pensamento ou coisa assim.

Xacáver se percebo.

Rangel disse mal daqueles meninos. Aqueles meninos responderam e disseram mal dele. Rangel achou que ele, Rangel, ao dizer mal daqueles meninos estava a exercer o seu direito à liberdade de pensamento mas que aqueles meninos ao responderem-lhe não estavam a exercer o seu (deles) direito à liberdade de pensamento mas antes a amordaçá-lo.

Ah, já percebi. Se for ele é direito à liberdade de pensamento se forem os outros é mordaça e totalitarismo.

Oooooohhhhh Rangeeeel ou a lógica é uma batata ou vocemecê tem de dar mais corda a esses neurónios. Assim ainda acaba a levar tautau da Drª Manuela.

# posted by Raimundo Narciso

Politica de verdade!

Ora, deixa-me cá ver se consigo arranjar um argumento que se veja...

Uma das desvantagens do TGV Lisboa-Madrid é facilitar a transferência para Espanha dos centros de decisão.
Foi o que disse uma antiga administradora do portuguesíssimo Banco Santander (toda ela sorrisos, imaginem...), há momentos, numa simpática entrevista a Mário Crespo.

posted by João Magalhães

* * * * * * * * * * * * * *


Lá se vai o Cristiano Ronaldo para o Real de Madrid!

Insuspeito!

Miguel Veiga dá hoje uma extensa entrevista ao Diário Económico. Depois de um longo período de silêncio, o apoiante n.º 1 de Rui Rio reaparece, certamente uma mera coincidência com as recentes tomadas de posição públicas do autarca do Porto.

Destaco da entrevista apenas a parte em que se refere a José Sócrates:
    DE — O que acha do envolvimento de José Sócrates no caso Freeport?
    MV — Ele tem alguma razão porque está a ser atingido na sua honradez e na sua dignidade como homem.
    DE — Está a alinhar na teoria do primeiro-ministro de que o caso Freeport é uma cabala?
    MV — Não, até porque sou jurista, mas acho desprezível e repugnante os julgamentos da praça pública. Por isso é que existem instituições de investigação e judiciárias, mas elas próprias não são respeitáveis na medida em que o segredo de justiça está furado. O segredo de justiça neste país é um autêntico segredo de polichinelo.
    DE — Percebe a vitimização de José Sócrates?
    MV — Não, percebo que ele reaja e que procure defender-se também na praça pública na medida em que é aí que está a ser atacado. Quanto ao inquérito não faço juízos porque aguardo prudentemente.
posted by Miguel Abrantes

Dois pesos e duas medidas!

Perplexidades

Rui Rio, o poeta do rigor, anda numa fona a desmarcar-se de Manuela Ferreira Leite, mas ninguém coloca a hipótese de ele fundar outro partido. Porque será?

posted by josé medeiros ferreira


* * * * * * * * * * * * * * * * * *

Ai pateta alegre que só tens umbigo! E deixas-te levar...

Quem paga?

28.04.2009 - 08h15

O plano de saneamento do Banco Privado Português prevê um resultado líquido negativo em 2008 de 800 milhões de euros, quando nos primeiros nove meses do ano se tinha assinalado um prejuízo de 39,4 milhões de euros, assinala o "Jornal de Negócios".
...

* * * * * * * * * * * * * *

Quem vai pagar?
TODOS NÓS, excepto os "trutas" que perderam o dinheiro!

Porquê todo este SILÊNCIO sobre o caso?
E o BPN, dos amigos do Presidente?

Cala-te que isto é pressão inaceitável sobre o MP e a PJ...

PORRA!



A gripe que viaja de avião!


Diz o Prof. Vasconcelos Costa, ilustre virologista:

...

A OMS passou a situação de alerta de grau 3 (em 6) para grau 4 e considera que a pandemia está iminente, sendo apenas uma questão de tempo. Considera também que não vai ser viável a contenção da doença (isto é, o o confinamento dos doentes) em situação de pandemia e que a estratégia deve ser a de “mitigação” (tratamento, vacinação se e quando possível).

Entretanto, a Ministra da Saúde vem afirmar que não há razão para alarmes. Porque ainda não há nenhum caso em Portugal. E amanhã, quando aterrar o próximo avião vindo do México? A ministra está mal aconselhada, faz uma declaração ambígua e perigosa, que só se pode fazer quando há a certeza de um controlo da situação. Neste momento já não há e o risco é o de, com declarações destas, quando a situação for catastrófica, e pode bem ser, ninguém acreditar no que então a ministra tiver de dizer. O que devia ela dizer agora?

1. É muito provável que venhamos a sofrer, como todo o mundo, uma pandemia global contra a qual nem o país mais evoluído em saúde pode fazer nada. Vamos é tentar minimizar as consequências.

2. Não vamos dar expectativas irrealistas, como nenhum país pode dar, de que vai haver alguma imunidade, de que é certo que vamos poder vacinar, de que vamos poder tratar a doença. Ninguém sabe, com rigor científico, o que vai ser esta pandemia.

3. Entretanto, enquanto não temos nenhum caso, vamos estar no maior nível de alerta, nos aeroportos, no acompanhamento de viajantes regressados do México, na capacidade de isolamento de doentes, enquanto forem poucos casos.

4. Com a maior honestidade, não vamos transmitir à opinião pública a ideia de que não há razão para preocupação. Não se gerar alarme, sim, porque não adianta nada, mas mostrar que se domina cientificamente e tecnicamente a situação. Começar já a aconselhar os comportamentos de defesa, anunciar medidas gerais a tomar oportunamente (encerramento de estabelecimentos, anulação de concentrações humanas, uso de máscaras, confinamento de idosos, etc.)

...

Esta gripe não é suína! É uma GRIPE HUMANA e só se transmite por via oral. O suíno, também chamado porco ou reco, só é transmissor oral ao homem e é este que a difunde, por isso, podemos continuar a comer a febra grelhada e o lombo assado no forno!

SEM RISCOS!

Eucaliptos, politicos e carapetos!

Os eucaliptos são como alguns políticos: secam tudo à sua volta!
Tudo não!
Os carapetos resistem!
Que floresçam mil carapetos dentro de cada um de nós!

segunda-feira, abril 27, 2009

YES ou NO?


A râ está (c)ozida ...

Depois de, calmamente, termos visto olhemos à nossa volta e reflictamos um pouco.
Sem querer ser muito pessimista atrevo-me a perguntar: Será que já estamos cozidos sem dar conta?
Está aberta a discussão. É em jeito de alerta.
Apareçam e opinem.
Franciso Almeida

Pois é!

Helena Matos em softcore


in AspirinaB

Sem comentários!

De guerreiro brilhante a santo!

O MÁXIMO DIVISOR COMUM DE HOJE

Congratulo-me pela canonização de Nuno Álvares Pereira e estou certo de que este gesto ficará inscrito na nossa memória colectiva e será motivo de orgulho e de alegria para todos os que amam o nosso País e a sua história

a canonização de Nuno Álvares Pereira em nada serve o bem-comum... porque esta canonização desemboca inevitavelmente na constatação da manipulação política levada à prática por sectores tradicionalistas da sociedade portuguesa com o aval do Vaticano, abrindo um precedente sério na regulação da separação dos poderes entre a Igreja e o Estado

* * * * * * * * * * * * * * *

Nem me congratulo (como Cavaco), nem me escandalizo (como alguns bloggers)!
É uma questão que diz respeito à ICAR (Igreja Católica Apostólica Romana) e seus fiéis.


No entanto, acho que não deve ser "usado" o Estado, laico, nesta "festa", nem ser aproveitada politicamente.

Estou descansado, com esta "cunha", será deles os Reino dos Céus!
O da Terra já é!

domingo, abril 26, 2009

COISAS QUE PROVAVELMENTE NÃO SABEM QUE O TELEMÓVEL FAZ

Há algumas coisas que se podem fazer em situações de emergência e o telemóvel pode, na verdade, ser um salva-vidas ou uma ferramenta de sobrevivência. Ora toma bem atenção as estas coisas que se podem com ele :

PRIMEIRO : Emergências

O número internacional das emergências para o telemóvel é o 112. Se te encontrares sem rede numa situação de emergência liga o 112 e o telemóvel vai procurar qualquer rede que se encontre disponível para se ligar ao 112. E o mais engraçado é que esse número pode ser marcado mesmo se o telemóvel estiver bloqueado. Ora experimenta....

SEGUNDO : Trancaste as chaves dentro do carro?


Se o teu carro tiver um comando de abertura de portas, talvez isto te possa ser útil um dia. Aqui esta uma óptima razão para se ter um telemóvel : se trancaste o carro com as chaves lá dentro e tens um outro comando do carro em casa, liga para o telemóvel duma pessoa que se encontre em casa, afasta-te cerca de meio metro da porta do carro e pede a pessoa que ligaste para carregar no comando para abrir a porta, mantendo-o próximo do telemóvel. O teu carro abrir-se-à. E assim poupa-te uma viagem até casa para buscar o outro comando. Neste caso a distância a que te encontras da pessoa a que ligaste não é problema, podes ate estar a centenas de km de distância. Agora experimenta !



TERCEIRO : Bateria escondida


Imagina que a bateria do teu telemóvel está em baixo. Para a carregar, digita

*3370# e o telemóvel carregará com uma reserva que se encontra escondida e mostrará um aumento em 50% da bateria disponível. Esta reserva carregará automaticamente na próxima vez que carregares o telemóvel.

QUARTO : Como desactivar um telemóvel roubado ?


Para obter o número de série do teu telemóvel digita * # 0 6 #. Um código de 15 números aparecerá no ecrã e é único para o cada telemóvel. Agora toma nota deste numero e guarda-o num sitio seguro. Na eventualidade de o teu telemóvel ser roubado podes ligar para o teu operador, dar este código e pedir que bloqueiem o teu telemóvel. O telemóvel ficará sem utilidade nenhuma mesmo se o ladrão tiver mudado o cartão SIM. Provavelmente não recuperarás o telemóvel roubado mas ficas a saber que quem quer que o tenha não poderá utilizar ou vender :)



Fica um tipo de informação que todas as pessoas gostam receber

Mercês

El Rei D. Cavaco...

Ele vai avisando...

Porquê este recado? Será que está a fazer "chantagem", ou a "avisar os amigos"?

E porquê o "silêncio ensurdecedor" sobre o BCP, BPN, BP e o "ruído diário" sobre o Freeport?

ELEIÇÕES...está visto!

India Oculta Rio Ganges


Muito pesado...NÃO RECOMENDADO AOS MAIS SENSÍVEIS.....mas convém VER A REALIDADE DA INDIA!!!!!..
Eu não vejo a novela,mas ,atrevi-me a ver o "RIO GANGES",NESTAS PELÍCULAS!!!! Sem palavras!

Mercês

No dia seguinte!

Salgueiro Maia: a minha homenagem ao 25 de Abril!

sábado, abril 25, 2009

25 de Abril!

É costume dizer-se muita coisa no dia 25 de Abril!
Quem mais diz é quem menos lutou para que tal dia acontecesse.

É moda bater no "estado" em que estamos, em que o país está!
E os outros países como estão?
Se está bem, ou se está mal, o mérito e a culpa é de todos!

É fácil culpar os políticos!

Os políticos são como todos nós:

- muito honestos,
- honestos,
- pouco honestos,
- nada honestos
- vigaristas!

Como todos os grupos profissionais.

De qualquer forma temos liberdade e obtivemos conquistas sociais significativas!

Como começou o 25 de Abril, lembram-se?
Com uma reivindicação corporativa, contra a integração dos capitães milicianos.
Militares mais politizados conseguiram fazer evoluir o movimento reivindicativo.
Felizmente!

Quem nos deu o 28 de Maio de 1926, redimiu-se com o 25 de Abril de 1974.

Só quem viveu o 24 dá o verdadeiro valor ao 25!

Viva a Liberdade!
Viva a Democracia!
Viva a República!

Viva o 25 de Abril!

(adendado)

Onde estavas no 25 de Abril ?

Esta é a resposta de uma professora :

Ana dava aulas numa escola no meio do nada, para lá do sol-posto, sem as mínimas condições para nela se ensinar fosse o que fosse. Ana dizia muitas vezes que aquilo devia ser o Ministério a testar as suas capacidades pedagógicas e a sua resistência física.

A escola não tinha nada, absolutamente nada, do mínimo que uma escola devia ter: não tinha mapas, não tinha a caixa de sólidos para ensinar geometria, não tinha nenhuma espécie de material, até mesmo o quadro preto já se limpava com dificuldade, tantos os anos de uso.

Mas a Ana foi sempre de um optimismo inquebrantável: todos os meses, aliando uma perseverança notável a uma ainda mais notável caligrafia, escrevia uma carta ao Ministério, pedindo material, dizendo que era impossível ensinar fosse o que fosse - acrescentando, para ver se os comovia - que a escola nem sequer tinha na parede os retratos do senhor presidente da República nem do senhor presidente do Conselho, e que aquilo era uma vergonha.

A D. Cândida, que de manhãzinha limpava a escola, até se ria, "eu nem sei para que é que gasta tanto dinheiro em selos se eles não ligam nenhuma"

Mas todos os meses Ana escrevia a carta, e todos os meses o Ministério respondia com o mais profundo silêncio.

Até que um dia, ao chegar à escola, Ana viu D. Cândida numa imensa euforia, correndo até ela, gritando que o material tinha chegado, milagre!, ela nem queria acreditar mas a verdade é que estava ali um caixote, vindo do Ministério, que uns homens tinham largado logo de manhã.

Ana também não queria acreditar, finalmente ia ser professora a sério e ensinar a sério. Feliz diante do milagre, D. Cândida não parava de falar, dizendo que a única coisa esquisita tinha sido a pressa dos homens, nem tinham saído da carrinha," abriram a porta e zás!, atiraram com o caixote", e ela a perguntar "então não é preciso assinar uma guia nem nada?", e eles a berrarem que depois se via, que aquilo em Lisboa ia uma grande confusão, que eles nem sabiam bem o que era, mas não devia ser nada de bom e o melhor era porem-se a andar depressa.

D. Cândida ria e quase jurava que eles tinham falado em revolução. Ana deu uma gargalhada, "ó D. Cândida, revoluções em Lisboa?", mas logo deixou de rir: no caixote, o único "material escolar" que o Ministério lhe mandava eram os retratos do senhor presidente da República e do senhor presidente do Conselho. Nem um mapa, nem sequer um pauzinho de giz. Os retratos, mais nada.

E é por isso que hoje, quando lhe perguntam "onde é que estava no 25 de Abril?", Ana responde sempre: " a olhar para dois retratos, que nunca foram pendurados."

In JN de hoje

-------------

Não me apetece fazer qualquer comentário


O que falta para cumprir Abril?

Na sequência da resposta do Isaías à célebre pergunta de Baptista Bastos, onde estavas tu no 25 de Abril?, achei bem acrescentar uma outra questão que vem publicada no Sapo: Portugal on line, e, que é a seguinte:

Eis as respostas que alguns "capitães de Abril" deram à T.S.F.

· O capitão Vasco Lourenço tinha 31 anos quando foi enviado compulsivamente para S.Miguel onde coordenou as operações a partir do quartel general de Ponta Delgada. O presidente da Associação 25 de Abril continua a não perdoar aos fascistas, e avisa que, apesar das vitórias da revolução, a democracia está doente.

· O major Otelo Saraiva de Carvalho tinha 34 anos, elaborou o plano da revolução dos cravos e dirigiu as operações a partir de um barracão de pré-fabricado no quartel da Pontinha. O tenente-coronel recorda que o programa do MFA pretendia elevar o nível de desenvolvimento económico, social e cultural e isso está longe da concretização.

· O capitão Marques Júnior tinha 26 anos, era membro da Comissão Coordenadora do Movimento das Forças Armadas e foi responsável pela ligação entre as unidades militares e o Posto de Comando.O tenente-coronel e deputado socialista defende que falta ainda um longo caminho para aproximar eleitores e eleitos.

· O capitão David Martelo tinha 27 anos e estava colocado como professor na Escola de Sargentos em gueda mas acabou a comandar as tropas revoltosas na Figueira da Foz. O agora coronel na reserva critica a falta de ética dos políticos e a falta de atitude dos portugueses que deviam perguntar o que podem fazer pelo país...

· O capitão Álvaro Fernandes tinha 31 anos e teve como missão ser o oficial de ligação entre o Posto de Comando da Pontinha e as tropas de Lisboa. O tenente-coronel reformado admite que os objectivos de Abril foram formalmente cumpridos mas afirma que o desenvolvimento regrediu nos últimos anos.

· O tenente-coronel Carlos Azeredo tinha 44 anos e era o mais graduado dos revoltosos do Porto, por isso, comandou as operações na cidade. Monárquico, católico e conservador, foi chefe da Casa Militar do republicano, laico e socialista presidente Mário Soares, o general considera que ainda não vivemos em plena democracia.

· O Capitão Boaventura Ferreira tinha 36 anos quando ajudou a tomar o Quartel General do Porto. Nos dias de hoje, o coronel reformado defende que os portugueses devem ter uma maior responsabilidade cívica.

· O capitão Delgado da Fonseca tinha 34 anos, estava colocado no Centro de Instrução e Operações Especiais de Lamego onde pegou numa companhia de comandos que participou decisivamente na conquista do Porto. O coronel reformado guarda agora o verde da Herdade da Apostiça e defende que o movimento social que se seguiu ao 25 de Abril não devia ter sido interrompido.

· O capitão Faria Paulino tinha 28 anos, era membro da Comissão Coordenadora do Movimento das Forças Armadas e estava na Guiné. O Comissário das Comemorações dos 500 Anos do Funchal recusa o pessimismo dos dias de hoje e continua a acreditar que é possível mudar o mundo.

Depois de alguma reflexão sobre o conteúdo de duas ou três destas respostas, será que poderemos

concluir com clareza sobre a consecução dos grandes objectivos de Abril?

- Sobre o tão desejado desenvolvimento económico, social e cultural !!!

- Sobre a plena vivência em democracia !!!

- Sobre a respeitabilidade, seriedade e responsabilização dos governantes !!!

- Sobre o cumprimento das mais elementares normas cívicas !!!

etc. etc.

Teremos e deveremos continuar a acreditar que ainda é possível conseguir dias melhores!

Um optimo 25 de Abril, pleno de esperança e bem-estar para todos.

Francisco Almeida

E agora , o que vamos fazer ?


Meditar e bem ....

O 25 de Abril



sexta-feira, abril 24, 2009

O Secretário de Estado, já não o era !

Onde estavas tu no 25 de Abril?
Esta frase imortalizada pela jornalista/escritor Baptista Bastos, num programa de televisão, pretende questionar um qualquer cidadão, sobre o local e a ambiência em que se inseria, no dia em que se verificou o último Golpe de Estado em Portugal.
Na véspera das Comemorações desta histórica data, cabe-me a mim responder à questão acima formulada, mais não seja, porque na altura era capitão do Quadro Permanente do Exército e estarmos a falar também da denominada "Revolta dos Capitães".
Depois de cumprir duas comissões de serviço, uma na Guiné e outra em Moçambique, respectivamente , como alferes e capitão, em Março de 1973, parti para Angola, para em Carmona ( hoje denominada Uíge), integrado na Secção de Operações do Comando da Zona Militar Norte, desempenhar mais uma missão de serviço, desta vez bem mais agradável, do que as anteriores, e sem risco eminente de guerra.
A vida na cidade de Carmona então, era absolutamente calma e, em termos de segurança, a ameaça era a mesma que a de Luanda.
O dia a dia dos oficiais no Comando de Zona, era de acompanhamento da guerra, nas respectivas Secções, com as habituais mensagens, relatórios, reuniões no interior e no exterior e muitos estudos.
Contudo a rotina diária seria quebrada no dia 25 de Abril de 1974, pois estava prevista a Visita Oficial ao Comando dum membro do Governo Central, General Tello Poleri , Secretário de Estado da Aeronáutica, que desejava inteirar-se, tim-tim por tim-tim, da situação da guerra no Norte.
O "brieffing" circunstancial, àquele membro do governo, fez com que vários oficiais, durante toda a manhã, estivéssemos fechados na sala e quando saímos , por o mesmo ter terminado, começámos a ouvir uns sussuros de que teria havido um Golpe em Lisboa, julgando tratar-se de uma brincadeira, motivado mesmo pela presença do Secretário de Estado, mas à medida que o tempo corria ia sendo confirmado, desconhecendo-se a origem e resultado.
Só ao fim da tarde chegou uma mensagem do Comando-Chefe de Luanda transmitindo o sucedido.
Para além de mim, havia outro capitão nas minhas circunstâncias em Carmona e ambos seguiamos, consoante as informações que nos iam chegando de Luanda, o desenvolvimento do Movimento. Não foi nada que nos surpreendesse e que não estivessemos á espera. Quando?
Naquele dia? Nada , absolutamente nada.
Estava marcado um Jantar de Cerimónia para essa noite, oferecido pelo Governador de Distrito,
Brigadeiro Altino de Magalhães, no seu Palácio, em honra de tão ilustre figura, que já não se realizou, para desgosto generalizado das senhoras de Carmona, porque o Secretário de Estado JÁ NÃO O ERA !
Foi assim que passei o meu dia 25 de Abril.

D.O. por onde andas ?

Este é o n0ss0 GPS para te encontrar
Fotline.ws
Embora antigo serve bem

Fotos Bragança pós n/tempo...

Onde é esta foto ? Eu não consigo ver .

A nossa 1ª distinçao blogueira

Recebi este selo da amiga Maria da Liberdade,

http://liberdadeemprosaepoesia.blogspot.com/

e quero compartilhar com dez outros(as) amigos(as) bloqueiros(as)

Lista dos premiados:

5-http://colheita63.blogspot.com

Publicada por TERE

http://docetere7aosabordeventosemars.blogspot.com/2009/04/selo-amizade-e-informacao.html

em Quarta-feira, Abril 22, 2009

---------

Obrigado ilustre Colheiteira LNB

One in a million shot ... A smile from Heaven...

Send this smile to someone you want to smile today...

I just did.

By Mercês

------

Fantástico,obrigado Mercês

O nosso F.A. , voltou em força ..

Achei alguma piada a este conjunto de "modernas designações", que me enviaram e, resolvi partilhar com os caros " colheiteiros ".

Antes que mude de ideias aí vão os exemplos da tal "modernidade".

Deve ter sido nesta sequência que os arrumadores de automóveis adquiriram o estatuto de " técnicos superiores de aparcamento ".

Então, divirtam-se com o que vem a seguir:

A NOVA LÍNGUA PORTUGUESA

Desde que os americanos se lembraram de começar a chamar aos pretos 'afro-americanos', com vista a acabar com as raças por via gramatical,isto tem sido um fartote pegado!
As criadas dos anos 70 passaram a 'empregadas domésticas' e preparam-se agora para receber a menção de 'auxiliares de apoio doméstico' .
De igual modo, extinguiram-se nas escolas os 'contínuos' que passaram todos a 'auxiliares da acção educativa'.
Os vendedores de medicamentos, com alguma prosápia, tratam-se por 'delegados de informação médica'.

E pelo mesmo processo transmudaram-se os caixeiros-viajantes em 'técnicos de vendas'.
O aborto eufemizou-se em 'interrupção voluntária da gravidez';
Os gangs étnicos são 'grupos de jovens'

Os operários fizeram-se de repente 'colaboradores';

As fábricas, essas, vistas de dentro são 'unidades produtivas 'e vistas da estranja são 'centros de decisão nacionais'.
O analfabetismo desapareceu da crosta portuguesa, cedendo o passo à 'iliteracia' galopante.
Desapareceram dos comboios as 1.ª e 2.ª classes, para não ferir a susceptibilidade social das massas hierarquizadas, mas por imperscrutáveis necessidades de tesouraria continuam a cobrar-se preços distintos nas classes 'Conforto' e 'Turística'.
A Ágata, rainha do pimba, cantava chorosa: «Sou mãe solteira...» ; agora, se quiser acompanhar os novos tempos, deve alterar a letra da pungente melodia: «Tenho uma família monoparental...» - eis o novo verso da cançoneta, se quiser fazer jus à modernidade.
Aquietadas pela televisão, já não se vêem por aí aos pinotes crianças irrequietas e «terroristas»; diz-se modernamente que têm um 'comportamento disfuncional hiperactivo'

Do mesmo modo, e para felicidade dos 'encarregados de educação' , os brilhantes programas escolares extinguiram os alunos cábulas; tais estudantes serão, quando muito, 'crianças de desenvolvimento instável'.


Ainda há cegos, infelizmente. Mas como a palavra fosse considerada desagradável e até aviltante, quem não vê é considerado 'invisual'. (O termo é gramaticalmente impróprio, como impróprio seria chamar inauditivos aos surdos - mas o 'politicamente correcto' marimba-se para as regras gramaticais...)

As putas passaram a ser 'senhoras de alterne'.
Para compor o ramalhete e se darem ares, as gentes cultas da praça desbocam-se em 'implementações', 'posturas pró-activas', 'políticas fracturantes' e outros barbarismos da linguagem.


E assim linguajamos o Português, vagueando perdidos entre a «correcção política» e o novo-riquismo linguístico.
Estamos lixados com este 'novo português'; não admira que o pessoal tenha cada vez mais esgotamentos e stress. Já não se diz o que se pensa, tem de se pensar o que se diz de forma 'politicamente correcta'.

E na linha do modernismo linguístico, como se chama uma mulher que tenta destruir a educação em Portugal?
Ministra !
Antigamente, quando havia democracia, chamava-se Ex-ministra.

Gostaram? Quando houver mais...envio. Aqueles que souberem e quiserem podem dar continuidade...


Francisco Almeida

quinta-feira, abril 23, 2009

Novas tecnologias!

Continuação do post anterior

E cá estou eu de volta , caríssimos. Então é assim: mais influentes porque motivaram outros filmes e consequentemente maior atracção pela 7ª Arte. O " TCM - Turner Classic Movies ", é um canal de televisão por assinatura, que apresenta filmes e séries de Tv, dos anos 30,40...e 70, e sobretudo para um público acima dos 35 anos. Não obstante, também têm passado pela sua programação algumas séries clássicas dos anos 80, a título de exemplo, a conhecida série " Dalas " ( 1978/91). Poderei ainda citar alguns clássicos, como os que se seguem, e, como sabeis, mais recentes:

King Kong - Versão de 1933 e 1976
O Mágico de Oz
Casablanca
Cantando na chuva
Drácula
Frankenstein
O Lobisomen
Tempos Modernos
Cleópatra
Ben-Hur
Doutor Givago
Lawrence da Árabia
Os Dez Mandamentos
Psicose
Desafio do Além
O exorcista
Laranja Mecânica
New York, New York
A Ponte do Rio Kwai
Os Pássaros
Quanto Mais Quente Melhor
Agora seremos felizes
A Máquina do Tempo


E mais não sei.
Forte abraço
Francisco Almeida

12:49 AM

quarta-feira, abril 22, 2009

Os 15 clássicos mais influentes do cinema

Julgo que o material que te envio poderá interessar a alguns dos nossos colheiteiros.
O cinema sempre nos ocupou boa parte do tempo do nosso lazer, enquanto estudantes, e por tal relembro alguns desses bons momentos!
" E tudo o vento levou ", excepto a vontade de continuarmos e podermos dar conta de tudo o que são as nossas memórias e vivências. Em frente e com ânimo!
Um abraço a todos os colheiteiros

Francisco Almeida

------

Os 15 clássicos mais influentes do cinema


De «O Nascimento de uma Nação», de 1915, a «Guerra das Estrelas», de 1977, foram 15 os filmes que o canal de cinema Turner Classic Movies, no seu 15º aniversário, seleccionou como os mais influentes entre todos os clássicos.
Eis a lista completa dos 15 Clássicos Mais Influentes do Cinema, segundo o TCM, ordenada cronologicamente:

«O Nascimento de Uma Nação» (1915)
«O Couraçado Potemkine» (1925)
«Metropolis» (1927)
«Rua 42» (1933)
«Uma Noite Aconteceu» (1934)
«Branca de Neve e os Sete Anões» (1937)
«E Tudo o Vento Levou» (1939)
«Cavalgada Heróica» (1939)
«O Mundo a Seus Pés» (1941)
«Ladrões de Bicicletas» (1947)
«Às Portas do Inferno» (1950)
«A Desaparecida» (1956)
«O Acossado» (1959)
«Psico» (1960)
«Guerra das Estrelas» (1977)

--------

Já vi 7 , não foi nada mau, mas o que mais gostei foi «O Couraçado Potemkine» (1925) .
O Psico foi um filme que me marcou , ainda hoje , passados mais de 30 anos , relembro as lições que o Niso me dava sobre cinema . Eu dizia-lhe muitas vezes , que o que mais me chateava nos filmes era aquela lenga-lenga da apresentação , actores, compositores , costureiros , produtores , realizadoes, etc, etc, , e ele retorquia que eu devia ter muita atenção naquilo , que era muito importante. Relativamente a este filme , ele enchia a boca com o Hichcok , que inventava cenas de terror fabulosas e rematava sempre : havias de ver aquela cena das escadas , monumental ...
Obrigado Niso , foste tu que me ensinaste a ver cinema .

Criminalidade



Na semana passada, num Seminário onde foram debatidos os problemas relacionados com o aumento da criminalidade no nosso País, estiveram presentes altas figuras conhecedoras dos problemas relativos à Segurança Interna, tendo algumas delas participado na discussão.

Foi o caso do Juiz Conselheiro Jubilado, Marques Vidal, ex-Director Nacional da Polícia Judiciária, que com o seu depoimento não teve engulhos em afirmar, alto e bom som, aquilo que os entendidos na matéria, vêm dizendo às escondidas ou nas conversas entre amigos e nunca assumidos pùblicamente, pelas autoridades oficiais de segurança:

"O aumento brutal, quase explosivo , da criminalidade violenta está directa e indirectamente relacionada com a ineficácia das polícias e tribunais , porque POLÍTICA e LEGISLATIVAMENTE se lhes cerceou a capacidade de acção pronta".

Meus amigos. Quem proferiu, desta vez, estas palavras foi um distinto Juiz Conselheiro da nossa praça, que fez toda a sua carreira como magistrado, interrompida apenas durante um curto espaço de tempo, de seis anos, em que foi director da Polícia Judiciária, profundo conhecedor das Leis que nos regem e que nos regiam antes da famigerada reforma processual penal em vigor desde 2007.

Portanto deixemo-nos de vez de atacar os Polícias, os Tribunais e o Ministério Público. Saibamos votar. Cuidado com quem nos engana, sistematicamente, com as suas promessas!