A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

quinta-feira, julho 07, 2011

Depois de uma noite bem dormida, levei um murro no estômago!


ONTEM (CS, PPC, comentadores, jornalistas, etc.):

  • O Socas é o culpado, é mentiroso, tem que ir para a rua, não existe crise internacional, as agências de rating são boas, os mercados são puros!

HOJE (CS, PPC, comentadores, jornalistas, etc.):

  • A crise internacional está a agravar a situação do país, todos juntos temos de lutar, as agências de rating são criminosas, os mercados são abutres...

Isto é mentira e hipocrisia?
Afinal os mercados e as agências não são justas?
O Moedas (sabem quem é?) bem disse que os ratings disparariam quando o novo governo tomasse posse, só se esqueceu de dizer que era para baixo!

Onde estás tu, mexilhão?
Pobre país o nosso...


Moral da história:
as agências de rating e os mercados não acreditam na capacidade da família Moniz gerir este país!

5 comentários:

IFFT disse...

Sócrates, porque não voltas?
Um País inteiro sofre pela tua falta e pela tua clarividência política na condução dos destinos da Pátria.
Deixa os Campos Elíseos e Montmartre e regressa depressa a S. Bento, para gáudio dos Órfãos que por cá deixaste!

DuarteO disse...

AVESTRUZ!

HB disse...

Pois é , a direita e seus acólitos pensavam que a só a sua "presença" bastaria para acalmar os mercados e que não existia qualquer força externa ao País que interferiu e interfere nos nossos destinos ...mas infelizmente ,como já constataram ,há.

Anónimo disse...

Pois é, pobre mexilhão paga sempre!
A procissão ainda vai no adro mas sai muito chamuscada, infelizmente.
O orgulho já passou a preconceito? UM

mc disse...

A propósito dos pungentes pedidos de IFFT para regresso do ex-PM ,a quem declara ter já perdoado, vou dar a conhecer uma declaração ao estilo do grego Sócrates que nada sabia e que gostava de fazer perguntas e de dar respostas:
-Qual é a diferença entre um PC e o governo de PPC?
-Não há nenhuma - ambos trabalham incansavelmente, mas não sabem o que fazem.*

*Adaptado de Wolfgang Sohn, in Der Spiegel, nº27 de 2011, pág. 8, a propósito do governo da sra Merkel.
PC é a forma internacional para computador portátil.

Ridendo castigat mores.