A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

quinta-feira, janeiro 05, 2012

Figuras de Bragança ....do nosso tempo. 1

São duas figuras de Bragança , do nosso tempo.
Quem as identifica ? Quem quer partilhar connosco algumas histórias que eventualmente possais conhecer deles ? Devem ter muitas e algumas eu conheço.....

9 comentários:

Hengerinaques disse...

http://www.5l-henrique.blogspot.com/2011/12/o-sr-queiroz.html

http://www.5l-henrique.blogspot.com/2011/12/o-sr-cesar.html

Anónimo disse...

Já faleceram há muitos anos mas ainda vivem as respectivas viúvas.
Contam-se muitas histórias , sobretudo do 1º; gostava de teatro.
M.A.A.

mc disse...

O senhor à direita reconheço-o facilmente pelo retrato e pelo cenário.Eu era visita mensal dele desde muito tenra idade.Mas não estou a identificar a outra figura.

Hélder Barreira disse...

Hengerinaques:
Tens um blogue que eu visito muitas .vezes Tudo o que fale de Bragança eu gosto. Já agora , andaste no Liceu e em que ano saiste ?

MC sempre pensei que o senhor da direita era muito mais fácil de descobrir , puxa pela cabeça . Tinha histórias muito interessantes...

Hengerinaques disse...

Caro Helder.
Fiz no Liceu todo o meu Ensino Secundário e saí em 1975/1976.

IFFT disse...

Penso tratar-se do sr. Queiróz(1), que tinha uma loja de Modas na rua do Flórida e que era a loucura das senhoras, pelas peças que apresentava.Poucas conversas tive com ele, julgo contudo, que gostava muito de patuscadas, onde passava grande parte das tardes.
O outro senhor era o senhor César, que tinha a barbearia frente ao Flórida -Liceu.
Lembro-me que era um grande conversador. Histórias dele? Não me recordo.
Como se chamava o seu funcionário que era um benfiquista ferrenho?

Anónimo disse...

O nome não sei ( mas posso saber ) a alcunha era o Gardel.
M.A.A.

Vale disse...

Caro Helder, a figura à direita não consigo identificar. Mas à esquerda era sem dúvida o Sr. Queiroz, que tinha uma camisaria, se a memória não me engana, frente ao Flórida. Bom amigo de meu Pai, naqueles anos de 1960 a 1966. Dava-me imensas caixas de camisas onde eu, em casa, criava bichos-da-seda, que havia levada da minha terra (Bencanta-Coimbra).

mc disse...

Agora é fácil ver com naturalidade o sr Queiroz. Até tem aquele seu porte levemente inclinado para um dos lados,mas tem o rosto mais magro a que não falta o sorriso irónico.
****************
As idas à barbearia do sr César eram um acontecimento , especialmente no inverno. Deliciava-me,nesse tempo frio, a ouvir as trocas de mimos e de pensamentos profundos entre o pessoal da casa,ele e o Carlos Gardel, e os estudantes mais velhos, alguns já veteranos, nomeadamente o Taitai,que jogava futebol,a quem chamavam "Inverno" e outros,claro, cujos nomes perdi.