A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

sexta-feira, fevereiro 18, 2011

TVs em directo , especialmente a Sport TV

Pelo menos poupas algum ....

21 comentários:

Anónimo disse...

Madalena Cabral
Inqualificável, aconselhar a “sujar as mãos” para não pagar uns míseros 20 ou 30€, para ver a SportTV!! Anda-se sempre a clamar do país que temos e não olhamos para os cidadãos que temos, para aqueles que andam sempre a tentar aproveitar-se… Isto mostra a mentalidade mesquinha, sempre a arranjar esquemas como este “ CLICA AQUI que sempre poupas algum…” Sem qualificação!!
Madalena Cabral

HB disse...

Madalena Cabral : É muito previsível , deitei-lhe um isco e nem o deixou repousar , picou logo e da pior maneira.
Como se atreve a escrever o que escreveu quando se acobarda debaixo dum nikename ?
Isso é que é inqualificável , é preciso muito descaramento e muita falta de vergonha.
Podia demonstrar-lhe que esta alternativa a ver TV está á n/disposição na net , mas a senhora não merece isso.

Anónimo disse...

À atenção de DONA Madalena Cabral:
Adorei sua intervenção mais a do meu camarada e amigo. Para V. Exª. uns míseros 20 ou 30 euros, são a esmoça que dá ao seu pároco quando vai á missa. Atitude digna, honesta e "cristã".
V. Exªa tem a noção do que sao 10, 20 ou mesmo 30 Euros para a grande maioria dos portugueses?
Aconselho um bom oftalmologista que lhe vai dar a consulta de borla. Não são 20, nem 30, nem 40...e ainda leva sem pagar mais nada umas lentes de contato(acordo ortográfico)à sya escolha e para lhe dar uma cor diferente aos seus olhos.Gostei defensora dos bons costumes salazarentos aos quais só aqueles que sabemos é tinham acesso.
Obrigado amigo.
JT.

Duarte disse...

Ó meus amigos, não vêm que a Malé (nick name de Madalena)está a provocar, ou vocês também fazem parte da "festa"?

Nota - com este comentário, eu, estou a colaborar na "festa"!

Anónimo disse...

Agora tenho quase, quase a certeza que o Duarte é psicólogo ou psiquiatra, pois parece-me ser o único que entendeu que as "ferroadas" da Madalena Cabral são para desencadear polémica e assim animar o blog para não estar "morno" como ela diz. Eu às vezes também achei as "ferroadas" exageradas e irritantes, mas agora penso que o Duarte tem razão e há que entrar na "festa"!

Sebastião Augusto

Anónimo disse...

1º - HB, que maneira pouco elegante de se dirigir a uma senhora! Ora vejamos alguns exemplos dessa falta de elegância: deitei-lhe um isco; picou logo e da pior maneira;se acobarda;descaramento;muita falta de vergonha.
Mas a “minhoca na ponta do anzol” não é argumento que sirva para contradizer o que comentei! Já agora diga-me, o que apanhou com o “isco”? Ou foi para encontrar alguém que desse alguma “cor” ao “vosso” blog (já disse que não sou modesta!)?
Mais ainda, embora ande há algum tempo para o fazer, só agora me decidi esclarece-lo, uma vez que repetidamente diz: “Como se atreve a escrever o que escreveu quando se acobarda debaixo dum nikename ? “ Ora Madalena Cabral não é um nickname mas um pseudónimo! Vejamos o que dizem os dicionários inglês-inglês e inglês-português
Nickname name of affection; shortened name
Nickname [n'ikneim] n alcunha, apelido.
Pseudónimo [psewd'onimu] sm pseudonym: a fictitious or pen name
Portanto o nickname de Madalena poderia, como muito bem sugere o Duarte, ser Malé mas nunca Madalena Cabral
Esclarecido?
Madalena Cabral

2º - JT, já viu a falta de conteúdo (argumentos) do seu comentário e da má redacção das banalidades que disse? Tomara sim ir à missa que era sinal que era crente, mas não sou e por isso nem podem contar com os tais 20, 30€ e já agora lhe digo que também não dou esmolas!! Como vê nada disto encaixa nas características com que me quis rotular.
Também não acredito no que é grátis e portanto também não iria ao tal oftalmologista que era de borla e que para mais me oferecia as ditas lentes!!! Também não percebi o contexto em que entra o oftalmologista! Publicidade ao próprio ou a algum amigo? Como disse acima não acredito em serviços grátis, tal como não acredito na qualidade da mercadoria das lojas dos chineses pois são sempre de péssima qualidade!
Já agora lhe digo que não percebi nada do que queria dizer com a sua última frase: (copy/past) “Gostei Defensora dos bons costumes salazarentos aos quais só aqueles que sabemos é tinham acesso.” Será deficiência minha ou é do mau português em que está escrita?
Madalena Cabral

Sim, Duarte e diz o povo “só há luta quando dois querem” mas simpaticamente chamou-lhe “festa” ! OK, vamos a ela!
Madalena Cabral ( para si Malé)

Anónimo disse...

Dona Madalena Cabral:
Em resposta ao comentário que aqui deixei, agradeço sua atenção, por ter tido o trabalho de a ler, apesar das confusôes que a sua mente lhe colocou nas mãos para responder.
Quanto á falta de conteúdo, isso partiu de si.O HB postou o conteúdo sem pestanejar.
Argumentos? Poderiam ter faltado, mas não foi isso que me levou a "blá blás" desnecessários.
Apesar de não me ter expressado bem na nossa lingua,como referiu, nisso sou capaz de concordar, pois nem sequer me dei ao trabalho de reler o que escrevi.
No tocante aos "salazarentos", perdoe-me, mas presumo que entendeu muito bem!
Seu atento leitor.
JT para os bloguistas.Jorge Tomé para si.
Se é festa que venha ela! Marcarei presença se não esmolar o pároco da minha freguesia.
Atenciosamente.

Anónimo disse...

NOTA: Para quem não leu o comentário de JT, recomendo-o pois só assim perceberão o que se segue!

Sr. Jorge Tomé

Parece-me que desta vez também não se deu ao trabalho de reler o que escreveu, e as palavras são sua (copy/past):” ., como Apesar de não me ter expressado bem na nossa lingua referiu, nisso sou capaz de concordar, pois nem sequer me dei ao trabalho de reler o que escrevi”. Pois olhe que devia ter-se dado a esse trabalho, no anterior e no de agora!!
Passando à análise do que escreveu.
Explique-me o que quer dizer com isto (c/p): “ apesar das confusôes que a sua mente lhe colocou nas mãos para responder”. Nos meus tempos de professora isto chamava-se uma “ frase sem sentido”, como tal não compreendi a sua ideia!
Continuando, o que quer dizer quando afirma (c/p): “ Quanto à falta de conteúdo partiu de si”, mas acrescento eu, eu não pretendia adicionar nenhum conteúdo (!), e não me referia ao conteúdo do post de HB, mas à FALTA DE CONTEÚDO DO SEU!!! Além disso queria comentar a sua má redacção, com que aliás concorda (c/p): “Apesar de não me ter expressado bem na nossa lingua referiu, nisso sou capaz de concordar…” , (isso só lhe fica bem!)
Já agora lhe digo que a redacção do seu primeiro post referente a “salazarentos” e que aqui transcrevo para lhe avivar a memória (c/p): “Gostei defensora dos bons costumes salazarentos aos quais só aqueles que sabemos é tinham acesso.” A redacção é tal que também não entendi!!! Quer explicar numa redacção correcta? Porque, presumiu muito mal pois eu, graças à redacção da frase não consegui lá chegar!
p.s. Acredito que muitos ficarão atónitos com o que vem escrito entre “ “ e que corresponde EXACTAMENTE ao que foi escrito pelo Sr. Jorge Tomé.

Madalena Cabral

Anónimo disse...

JT, a Madalena Cabral, além de irritar alguns, parece que também faz "milagres" apesar de declarar-se não crente, pois conseguiu trazer-te ao blog, quero dizer à Colheita, o que muito me satisfez. Desejo que continues a entrar na "festa"!
Um abraço

LP

HB disse...

Apoiado LP . Estive com o JT há dias , estava bom .

Anónimo disse...

JT,entendi muito bem o que querias dizer e não precisei de me esforçar.Aparece sempre por aqui que os teus amigos ficam contentes com isso.O principal objectivo deste blog é isso mesmo: UM ENCONTRO DE GRANDES AMIGOS.
Abração
gb

Anónimo disse...

Arguta que é a/o gb, que não precisa de redacções escorreitas para entender os assuntos! Pois olhe, eu preciso e como não era o caso NÃO ENTENDI NADA, mesmo NADA!
Madalena Cabral

Duarte disse...

mc:

Está em forma!

Anónimo disse...

Madalena Cabral:
Diz-se que o show must go on.
Por mim acabou. Acho que deveria ter passado por cima do(s) seu(s) comentário(s).
Quiz voltar ao tempo das redações.
Pelos vistos consigo, meritissima professora ainda andaria na 4ª classe.
Saltei um pouco mais. Consegui chegar ao 1º.
Só para rematar - Mais cego é aquele que não quer ver.
Estamos entendidos?
Com a devida atenção e respeito,
Jorge Tomé.

Anónimo disse...

José Tomé (dispenso-me do Sr. pois ao contrário do Mr.do inglês, não tem uma sonoridade tão elegante!)

Será deficiência minha? Mas continuo a não perceber!
A certa altura do seu comentário diz (c/p): “Só para rematar - Mais cego é aquele que não quer ver. Estamos entendidos?”

O que é que não quero ver? Seja caridoso (como provavelmente o seu pároco lhe ensinou que devemos ser) e explique-me por “a+b” o que é que não quero ver pois,sobre o assunto, não estamos entendidos não!

Madalena Cabral

Anónimo disse...

Dei assunto por encerrado, como disse em comentário anterior.
Deste modo, não chamo a isto desistência, mas, simplesmente, cansaço!!!! (de si).
Aqui não se aplica o velho provérbio da água mole que tanto dá até que fura!
Vc é mesmo impenetrável...
Bye. Hasta siempre!
Seu sempre JT.... até que a morte nos separe!

Anónimo disse...

João Tomé
Que comentário mais oco porque cheio de lugares comuns! (c/p): água mole que tanto dá até que fura!/ até que a morte nos separe!
Bacoco, não?
Cansaço, ou tem dificuldade em argumentar sobre tudo o que eu disse anteriormente?
p.s.Já agora lhe ensino que quando se faz uma citação sejam provérbios ou não devem vir entre "", já que aqui não se pode escrever em itálico o que seria a alternativa.

Madalena Cabral

Anónimo disse...

O “duelo” Madalena Cabral/JT anda aceso e um pouco baralhado, ao ponto da MC, tão rigorosa, ter trocado duas vezes o nome do seu “adversário”. Será que a MC está a precisar outra vez de férias?

LP

Anónimo disse...

Jorge Tomé, o/a LP tem razão, ando a trocar o seu nome! Ficam aqui as minhas desculpas e como penhor de tantas trocas o "duelo"acaba aqui!
Madalena Cabral

Anónimo disse...

Concordo em absoluto.
Vc escolheu a arma do "duelo", como disse.
Antes torcer que quebrar ou será ao contrário?
Saudações.
Jorge Tomé

Anónimo disse...

Não, Jorge Tomé, aqui não foi nem quebrar nem torcer, se bem que muitas vezes é uma atitude digna a de torcer. Porém se quiser, continuamos, eu estou sempre pronta para o “duelo”,sobretudo quando a razão me assiste, como foi o caso. E já agora diga-me qual foi a arma do “duelo” que escolhi? Não foi a mesma que a sua? Estando virtualmente longe não sei que outra poderia ser senão a escrita!!
Também lhe lembro o que anteriormente disse, quando fazemos uma citação esta deve vir entre” “ ou em itálico, aqui vai a prova de que o não fez(c/p) Antes torcer que quebrar ou será ao contrário?
Como já vi que gosta de rechear a sua prosa com elas, ainda vale a pena aprender!
Madalena Cabral