A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

segunda-feira, julho 28, 2008

A grande diferença ...

"Para cá do Marão, mandam os que cá estão!...Sente-se um calafrio(...) Que penedo falou? Que terror respeitoso se apodera de nós? Mas de nada vale interrogar o grande oceano megalítico, porque o nome invisível ordena:- Entre! A gente entra, e já está no Reino Maravilhoso"
Miguel Torga.
Alberto João Jardim
Até quando sou obrigado a isto ...

5 comentários:

Jorge disse...

Insulto e vergonha ao povo da Madeira é a ilha ser governada por esse espécie de Bokassa.
"por que no te callas?!", homúnculo feito de madeira escarafunchosa!

Francisco Almeida disse...

Oh Jorge!!!
Para desanuviar o momento...o teu
" cutelinho " veio mesmo a tempo! Estive há pouco tempo na Madeira e para espanto de muitos...há quem goste.
Cada qual tem o direito de "engulir" o que quiser. Mas...viva a democracia!!!
Um abraço. F.A.

Rosa dos Ventos disse...

Se eles gostam é melhor dar-lhes a independência.
Eu não estou interessada em ter uma ilha...
Esta criatura provoca-me vómitos!

Abraço

Jorge disse...

F.A. - Sem a menor dúvida. VIVA A DEMOCRACIA!
Será que na ilha ela existe? Tenho as minhas reticências...
Se ao nosso querido nordeste (interioridade profunda) tivesse sido dado o mesmo tramenento que se deu á Madeira (Chamam-lhe insularidade), talvez houvesse muita gente a visitar-nos e todos eles gostariam.
Ditaduras "jamais". Aquilo está tudo minado e ai de quem se atreva a por o pé em cima! Fiz-me entender, amigo, Xico?
Um abraço amigo e velho de tantos anos que já temos.

Rosa dos Ventos disse...

O Jorge tem toda a razão.
Se olhassem a interioridade como uma forma de "insularidade" o país teria menos assimetrias!

Abraço