A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

quinta-feira, julho 31, 2008

Magalhães

Os caminhos do mundo moderno foram abertos por Vasco da Gama, juntando os dois mundos principais de então (Europa e Ásia), e Fernão de Magalhães, juntando tudo.
Gama e Magalhães, portugueses, tiveram destinos diferentes. O primeiro é o nosso querido navegante. Magalhães é o esquecido. Conhece-se a pretensa razão: o seu feito foi conseguido sob bandeira estrangeira. Tolice num país que o que mais tem é filhos que conseguem melhor lá fora - Fernão de Magalhães, afinal, foi o nosso primeiro emigrante de sucesso. Apesar disso, se há estátua dele em Lisboa é em praça que não tem o seu nome (Praça do Chile).
Ontem, anunciou-se o primeiro computador portátil inteiramente feito em Portugal. Não se chamará nem Jobs, nem Gates, nem Gama.
Vai chamar-se Magalhães. É justo.
In DN de hoje ( excerto)

7 comentários:

Rosa dos Ventos disse...

Digamos que foi uma excelente ideia!
Será que o Sr. Presidente não gostou e por isso vai falar ao país?
Que suspense!!!

Abraço

IFFT disse...

Desculpa Helder, mas acho terrivelmente injusto, o nome com que foi baptizado, o genuino computador português.
Magalhães? Porquê ?
Penso que só haveria um nome a ser escolhido e ele seria:
SÓCRATES!
Porquê?
Porque para além de ser mais uma homenagem ao célebre filósofo grego,que contribuiu sobejamente para o desenvolvimento do conhecimento humano,seria , igualmente, a forma de cientistas portugueses, testemunharem ao Chefe do Governo que mais fez pela venda de computadores no País,com maior percentagem de analfabetos e na entrega dos mesmos em Cerimónias Oficiais, brilhantemente
frequentadas e propagandeadas.
Tudo em SIMPLEX.
Não pensas que tenho razão ? Sê sincero?

Átila disse...

Claro que penso . As tuas análises completamente (im)parciais são sempre brilhantes .
Olho logo na TV , quero ver se não vejo ....

Rosa dos Ventos disse...

Eu quero ver se não perco o mais "brilhante" 1º ministro, travestido em Presidente da República, que este país já teve.
Parece que o cavaquismo não existiu...

Anónimo disse...

Podia ser "ESTEVES" o nome.
É tudo uma questão de opiniões.
Um abraço.
BV.

Anónimo disse...

Bom se se chamasse SÓCRATES, aí atingir-se-ia o pico mais elevado da propaganda socialista. Pode ser que haja, daqui a uns tempos, a PONTE SÓCRATES, talvez na Covilhã, ou até em Seia.

Sobre o computador, é hora de Portugal definitivamente deixar de ser o pseudodependente do costume e começar a enquadrar-se nas grandes rotas do desenvolvimento tecnológico.

Um abraço a todos.

Afonso

Anónimo disse...

Olá Brigantinos, suponho eu...
Olhem que o nome do tal simplex será o menos desde que não lhe dessem o nome de Sócrates, apesar da estima que tenho pelo grande filósofo da antiguidade...há mais? Eina pois é que eu até ajudei a elegê-lo...Booooo mas asneiras quem as não faz?
As competências para trabalhar com o dito cujo "computer" portuga é que devem ser trabalhadas ainda no mês de Agosto, mesmo com a maioria dos Profs em férias, senão los pequenitos pcs passam de moda antes de ficarem ao serviço das novas tecnologias aplicadas à pedagogia...Sorry...Baci mille.
....
Cidadã do Mundo, agarrada às origens trasmontanas, brigantinhas, lombardenses.