A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

quinta-feira, julho 19, 2007

Prémios Nobel ....

Nos finais da década de 50 foi "atribuído" o Prémio Nobel da Química a Bragança na pessoa dum ilustre bem-falante e muito rico cavalheiro que morava em frente ao Liceu, por ter transformado a "Potassa em Beladona". Esta senhora, esposa do referido cavalheiro era muito Fina , muito altiva , muito direita e pintoscada e foi em determinada altura passar uns dias a Paris-França.
Quando regressou , inchada com o que viu , não quis deixar de contar no meio da alta sociedade bragançana o que observou , e passo a citar :
"Fiquei muito admirada em França, não tanto por os franceses chamarem vin ao vinho , pain ao pão , mas sim por chamarem fromage ao queijo... mas o que mais me admirou foi o facto dos meninos pequeninos falarem tão bem o francês ......"
Isto vem a propósito do artigo "Números" escrito e publicado pelo n/Colheiteiro Isáias no n/blogue. Fui hoje informado que também foi galordoado com o " Ex-futurro Prémio Nobel da Matemática" por ter conseguido tão brilhantemente transformado "Uma vitória numa derrota".
Já conhecía aquela força política em estado de fossilização que durante décadas transformou as sucessivas derrotas em vitórias, também sabía que para os Matemáticos 2 e 2 são quatro, para alguns Contabilistas 22, para alguns Advogados o que calhar mas Vitórias claras em Derrotas é que não sabia.
Quem deve estar muito contente é a n/Professora de matemática, DªHelena Matos , que tanto contribuíu para o desenvolvimento deste vulto matemático.
Por isso amigo Isaías , aqui vai o meu grande abraço de parabéns pelo teu prémio, sugerindo-te que ofereças o dinheiro do mesmo aos "laranjinhas" , de preferência ao baixinho.

6 comentários:

IFFT disse...

Este prémio servirá para aumentar o meu alento no estudo da matemática aplicada à política e aos "mentirosos compulsivos"!
Com um grande abraço do Isaías.

gb disse...

Amigos,não sei bem qual dos vossos artigos é a melhor anedota!!!

Um grande abraço para os dois.

Anónimo disse...

Caros amigos,

O partido que ganhou as eleições foi o meu partido: a abstenção - 62,5% -!!! Este número é que é expressivo e digno de ser analisado. Espero que os políticos façam uma reflexão sobre o seu significado. Mas também penso que uma vitória com o peso de uns míseros 53 mil votos, é uma vitória magrinha. Penso igualmente que o castigo aplicado aos laranjas foi merecido.

Eu vou agora até ao Alentejo (Portalegre)descansar do frenesim da capital. Até Agosto.

Um grande abraço ao Isaías e Hélder.

Lena Pires

Jorge disse...

Pois, pois, pois.
O que escrevi ontem noutro local espicaçou.
Ainda bem que em matemáticas me fiquei pelo 5º. T'arrrenego Satanás, perdão, matemática.
Viram o que aprenderam?
A baralhar tudo com as vossas contas.
Agora o amigo anónimo que é do partido da abstenção não está a exercer o seu direito de cidadania, que é um dever de todos.
Quem não vota - bico calado. Não tem voz na matéria.
La Palice, seria desse partido?
Abração para todos(as).

M.C. disse...

Estes vossos arrufos são um tónico nestes esquisitos dias de verão!Quem não vos conhecer( O que é facílimo, dado o êxito extra-muros do Blog!), há-de pensar que os dois são ferozes adversários,embrenhados até aos gargomilos em duras refregas político-partidárias, que só acalmarão com a exaustão física total dos dois contendores...E nós a ver...
Um abraço, meus caros e
divirtam-se.
A Gelica é que tem razão!...

Anónimo disse...

Lena então boas férias no Alentejo.
Vê lá não fiques com o sotaque.
Há uma localidade que falam a cantar.
Quando estava ao serviço, muito
gostava de ter algum assunto naquelas paragens.Será Alvito?que
falam a cantar?
Diverte-te e a política é para os
políticos.
Bartolomeu