A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

terça-feira, outubro 27, 2009

Uma Vida Inteira entre barragens !!!

Hoje , no Público - página 12 :

" Barragem Empresa promoveu encontro para tentar demonstrar que quer ser parceira


620 trabalhadores
184 veículos
50 empresas trabalham no Sabor

Já só faltam 70 metros de túneis para que o rio Sabor seja desviado "

*****


Anos 50 : barragens - Bemposta , Picote , Miranda

*****

Amanhã , mais barragens na zona. Desenvolvimento, sustentabilidade,progresso,
apoios a projectos a haver.

*****


Hoje como ontem , as pessoas perguntam : "A conta da luz vai baixar?"

5 comentários:

H.B. disse...

Se não subir já ébom ....

IFFT disse...

A EDP já anunciou o seu aumento, perante o autismo da Entidade Reguladora e a indiferença dum Governo Socialista.

Anónimo disse...

Baixar???
Bôoo,bem m´eu finto!
gb

Anónimo disse...

Segundo informações divulgadas pelos media a electricidade vai aumentar 2,9%! Um abuso, mas parece que a EDP é um "estado" dentro do Estado.

LP

Anónimo disse...

Em Junho de 1997 ocorre a primeira fase de privatização da EDP, tendo sido alienado 30% do capital. Uma operação de grande sucesso em que a procura superou a oferta em mais de trinta vezes. Mais de oitocentos mil portugueses (cerca de 8% da população) tornam-se accionistas da EDP.

Seguiram-se cinco fases de privatização: Maio de 1998, Junho de 1998, Outubro de 2000, Novembro de 2004 e Dezembro de 2005.

Hoje, a EDP detém cerca de 21% das acções, estando 79% do capital nas mãos de accionistas privados.

Conselho de Administração Executivo

António Nuno Mexia - Presidente do Conselho de Administração Executivo
Ana Fernandes - Vogal do Conselho de Administração Executivo
António Martins da Costa - Vogal do Conselho de Administração Executivo
António Pita de Abreu - Vogal do Conselho de Administração Executivo Abrir
João Manso Neto - Vogal do Conselho de Administração Executivo
Jorge Cruz Morais - Vogal do Conselho de Administração Executivo
Nuno de Almeida Alves - Vogal do Conselho de Administração Executivo

Estrutura accionista

O capital social da EDP em Dezembro de 2006 era de cerca de 3 700 milhões de Euros, repartidos aproximadamente da seguinte forma [3]:
Estado português - Através da Parpública (20,49%) e da CGD (5,24%)) - 25,73%
BCP e Fundo de Pensões do BCP - 3,38%
Iberdrola (Espanha) - 9,5%
CAJA DE AHORROS DE ASTURIAS (CajAstur) (Espanha) - 5,53%
Banco Espírito Santo – 2,86%
JOSÉ DE MELLO - Soc. Gestora de Participações Sociais, S.A. - 2,00%
PICTET ASSET MANAGEMENT - 2,86%
SONATRACH - 2,03%
EDP (acções próprias) - 0,55%
Restantes accionistas - 45,87%

Roskoff