A interactividade da Colheita63 em movimento contínuo para todo o Mundo e especialmente para Lisboa , Tomar , Monte Estoril , Linda-a-Velha , Setúbal , Coimbra , Porto , VNGaia , Braga , VNFamalicão , Santo Tirso , Afife , Vila Real , Vinhais , Bragança , Castelo Branco , Seia , Vendas Novas , Varsenare e Aveiro

segunda-feira, outubro 27, 2008

Bendita sejais vós ...


Parece que já é não o primeiro caso confirmado: um tubarão fêmea que, comprovadamente, não esteve em contacto com nenhum macho da sua espécie, conseguiu dar à luz. Tidbit, nome da bem-aventurada fêmea tubarão, vive há oito anos no aquário de Norfolk Canyon, na Virgínia, isolada dos tubarões machos. A cria nascerá dentro de alguns dias e as análises prematuras ao seu ADN revelam que não há material genético de um pai.

Podemos interpretar o caso através de dois prismas: (i) a Natureza encontra sempre formas de superar as condições adversas; (ii) talvez seja prudente ter algum cuidado com a cria. Os casos análogos anteriores são complicados e, desta vez, não custa nada estarmos prevenidos. É que o seguro morreu de velho…

Carlos Abreu Amorim, Professor universitário

1 comentário:

gb disse...

O Professor Amorim sabe muito bem o que diz...